top of page

Printer Chef - A primeira competição de gastronomia 3D do Brasil

Inspirado em um dos maiores reality culinário do Brasil, o printer chef ocorreu nos dias 6,7 e 8 de abril, na Campus Party. Nesta competição, os participantes tinham o desafio de utilizarem um alimento que foi impresso em 3D e ornar com outros ingredientes, para compor o prato final.


Nos dois primeiros dias de competição, 16 participantes competiram e os alimentos impressos variaram entre; pasta de feijão e purê de batata. Após esta rodada, 4 finalistas foram selecionados para competir na semi final, onde o desafio foi ornar uma peça alimentícia feita de homus (pasta composta por grão de bico).


Empratamento feito com a peça alimentícia impressa (past de purê de batata), ao lado os jurados avaliam o prato final. [Fonte: Bioedtech]
Empratamento feito com a peça alimentícia impressa (past de purê de batata), ao lado os jurados avaliam o prato final. [Fonte: Bioedtech]

Para garantir o título de primeiro Printer Chef do Brasil, os dois finalistas: Hugo e Priscilla, tiveram que soltar a imaginação e utilizar o brigadeiro impresso em 3D, para compor um prato de sobremesa e passar pelo crivo dos jurados.


Sobremesas impressas em 3D, utilizando a Bioimpressora Bioender (modelo exclusivo Bioedtech) [Fonte: Bioedtech]
Sobremesas impressas em 3D, utilizando a Bioimpressora Bioender (modelo exclusivo Bioedtech). Ao lado, o empratamento realizado pelos dois finalistas [Fonte: Bioedtech]

O Printer Chef ocorreu durante a Campus Party, edição Brasília (DF). A Campus Party é o maior festival de tecnologia, empreendedorismo, ciência e disruptividade do mundo, com mais de 70 edições realizadas em 30 países. Nesta edição de Brasília, ao todo, tivemos a presença de aproximadamente 140 mil pessoas participando do evento!


E em uma parceria inédita entre Bioedtech & Campus Party, o projeto do Printer Chef foi colocado em prática, onde unimos a tecnologia e a gastronomia, gerando pratos criativos, saborosos e desmistificando a tecnologia de impressão de alimentos de uma forma descontraída.

Os hosts da Printer Chef: Fábio Marques e Karl Jeanneth [Fonte: Instagram Cheia de segredos]
Os hosts da Printer Chef: Fábio Marques e Karl Jeanneth [Fonte: Instagram Cheia de segredos]

O evento também contou com o Chef Fábio Marques e a influenciadora Karl Jeanneth como hosts. O chef Fábio, também conhecido como ''o chef dos artistas'', foi o ganhador do reality cozinhe se puder, programa exibido pela emissora SBT em parceria com a Discovery networks, e hoje atua como personal Chef.


Além da competição, a Bioedtech também proporcionou 1 hora de workshop sobre a tecnologia de impressão 3D de alimentos. O intuito foi levarmos para as pessoas todo o potencial e inovação que essa tecnologia representa, indo muito além de apenas gerar formas tridimensionais bonitas.


Time Bioedtech (Thais e Carlos), lecionando sobre o por que imprimir alimentos [Fonte: Bioedtech]
Time Bioedtech (Thais e Carlos), lecionando sobre o por que imprimir alimentos. O modelo Bioender, desenvolvido pela Bioedtech, foi a máquina utilizada para o printer Chef [Fonte: Bioedtech]

Com a impressão 3D de alimentos, é possível controlarmos/modularmos algumas características da peça alimentícia final. Por exemplo, alterando os parâmetros de impressão 3D, podemos gerar alimentos com degradabilidade facilitada, e isso é interessante quando pensamos e indivíduos que possuem dificuldades para mastigar e deglutir (engolir o alimento). Também é interessante para crianças que estão aprendendo a se alimentar sozinhas, evitando acidentes como os engasgos acidentais.


O contrário também é válido! Ao imprimirmos um alimento, também conseguimos controlar para que ele demore mais para ser mastigado. A demora deste processo, envia uma mensagem para o cérebro de saciedade mais rápido e, assim, a pessoa acaba se sentindo satisfeita ingerindo uma quantidade menor de comida, o que pode ser muito vantajoso quando estamos falando de reeducação alimentar.


É importante ressaltarmos que a impressão 3D de alimentos não altera por si só a composição química/nutricional do alimento. Ao comer uma peça alimentícia feita por uma impressora, você não terá câncer e nem estará se alimentando de algo radioativo, por exemplo! (dúvida essa que recebemos de muitas pessoas).

Time Bioedtech disseminando o potencial da tecnologia de impressão 3d de alimentos. [Fonte: Bioedtech]
Time Bioedtech ensinando sobre potencial da tecnologia de impressão 3d de alimentos. [Fonte: Bioedtech]


É importante compreender que a impressão de alimentos é uma tecnologia facilitadora, que nos permite controlar determinados parâmetros do alimento, sendo uma ferramenta de customização/personalização e que encontra a sua utilização, por exemplo, melhorando a qualidade de vida de pessoas que possuem alguma dificuldade/restrinção para se alimentarem.

Imagine uma pessoa que todos os dias deve apenas comer alimentos pastosos, sem textura e com o mesmo sabor, pois ela não consegue engolir adequadamente. Essa pessoa com certeza sente falta de sentir a textura dos alimentos, da sensação de como é morder um alimento.... Com a impressão 3D, podemos gerar alimentos que serão facilmente engolidos (deglutidos), porém restaurando a textura e palatabilidade que antes esse indivíduo não tinha no alimento dele.


A impressão 3D de alimentos tem o potencial de impactar significativamente a maneira como produzimos e consumimos alimentos e pode levar a um sistema alimentar mais sustentável, eficiente e personalizado. Se você se interessou pelo tema e deseja aprender mais, no dia 26 de abril de 2023, a Bioedtech estará promovendo um Workshop online e gratuito sobre Alimentos do Futuro!



Já pensou que tipo de alimento você terá no café da manhã, almoço ou jantar em 2050? Onde esse alimento será obtido? E como será preparado? Hambúrgueres e nuggets feitos de carne cultivada? Impressoras 3D produzindo alimentos customizados? proteínas de insetos como fonte nutricional? Será possível produzir carne sem o abate de nenhum animal?

Essas dúvidas e muitas outras serão debatidas nesse workshop!

Se inscreva e vem saber mais sobre essa área que está em crescente ascensão!



Público-alvo: Evento destinado a estudantes, profissionais e curiosos que queiram saber mais sobre carne de laboratório; bioimpressão de alimentos; impressão 3D de análogos de carne; e também ver ao vivo como esse processo funciona.


 
SOBRE O AUTOR



163 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page